Buscar
  • Vivian Recchia

Barbatuques participa de live do Instituto Arte na Escola


Sapateado, percussão corporal e vocal, estalos com os dedos e boca, assobios e batidas no peito. Estes são os principais instrumentos utilizados pelo grupo musical Barbatuques, formado em 1995, em São Paulo, que estará na live “Processos de Criação dos Barbatuques: Timbres e sonoridades do corpo”, promovida pelo Instituto Arte na Escola nesta quinta-feira (18 de março), às 17 horas.


André Hosoi, multinstrumentista e coordenador geral do Núcleo Barbatuques, e Lu Horta, cantora, preparadora vocal e integrante do grupo, participam da live mediada por Ivan Siqueira, membro do Conselho Nacional de Educação (CNE), músico e professor na Escola de Comunicação de Artes da USP. A proposta é debater sobre os processos de criação do grupo, convidando o público a refletir sobre a potencialidade do corpo como instrumento musical e o papel fundamental para o desenvolvimento integral do ser humano.


O evento virtual desta quinta-feira será o quarto de uma série de lives realizadas pelo Instituto Arte na Escola ao longo deste ano.


Todos os eventos ficam disponibilizados no Canal do Instituto no YouTube.


Os participantes que desejarem receber certificado de participação devem preencher o formulário clicando aqui.


Essa ação faz parte do Plano Bianual Instituto Arte na Escola - 2020/2021, que tem a apresentação da Lei de Incentivo à Cultura e Iochpe Maxion; patrocínio da CSN, Maxion Wheels, Banco Bradesco, Aliança Navegação e Logística, Hamburg Süd, Usiminas e VELT Partners; copatrocínio da Jandaia, Polimix e BIC. A realização fica por conta do Instituto Arte na Escola, Fundação Iochpe, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.


O Barbatuques já percorreu todo o Brasil e mais de 20 países com seus shows e é um dos grupos brasileiros mais reconhecidos nos meios artístico, cultural e educacional. Conheça um pouco mais sobre o trabalho do grupo Barbatuques:





8 visualizações0 comentário